Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Letters and words

Letters and words

Let's...

3.png

 

Caro Leitor, ahoj.

Rumo para Praga. Prometo um roteiro detalhado em breve, mas quis deixar aqui algo que nunca tinha feito. Um prelúdio da minha viagem.

A Europa Central tem países que possuem um certo encanto e já tive a oportunidade de me perder em alguns deles - literally. E é verdade que há muito que duas capitais me atormentam os daydreams: Budapeste e Praga. Desta vez, quis o destino que Praga fosse a eleita. 

Na preparação da viagem, começo sempre pela busca de informação ciente da bênção que é a Internet. Em primeiro lugar, pesquisa-se o que a cidade tem para oferecer para depois se pensar nos dias de estadia. Esta busca é breve - monumentos e sítios mais importantes, atividades a experimentar, preços de voos e hotéis. Depois desta primeira busca e após ter reservado bilhete e hotel, segue-se uma nova busca, mais detalhada, que me permita definir o itinerário.  I'm a firm believer no que toca a itinerários. Se quero ver os pontos A, C e F então encontro o trajeto mais fácil entre estes, passando por outros pontos importantes B,D,E, matando assim vários coelhos de uma cajadada só. Evita-se assim algo parecido com isto:

2.png

 

O itinerário é ótimo para optimizar a experiência. Há viajantes que têm 2 semanas - imagine-se - para descobrir os locais, mas como vou apenas ter 3 dias, um itinerário previamente planeado não só me poupará tempo no destino e me possibilitará visitar mais, mas também me permite poupar nos gastos.

Não sou uma viajante de ir ao sabor do vento - nada contra, até porque reconheço vantagens nesta abordagem -, mas das vezes que tentei algo parecido nunca vi tudo o que poderia ter visto (ora porque não tinha informação sobre a oferta ao turista, ora porque perdi muito tempo para ir do ponto A ao B), e isso sim é um big 'no no' para mim.

Há imensa informação sobre Praga: sites oficiais, blogues e videoblogues (vídeo 1)  e guias turísticos. A minha pesquisa passa sempre por estes meios e parece-me que acumulei informação suficiente para esta estadia. Gosto de rumar a um destino e poder dizer que vi tudo o que havia para ver, ainda que fique sempre algo por ver - um sítio que não se encontra, um sítio que se encontra fechado na hora que lá chegamos - ou que vi algo que a maioria dos turistas não procura ver. Eu, definitivamente, não viajo para descansar.

Aqui ficam alguns fatos curiosos: Praga é a cidade das 100 torres e possuí o maior castelo do mundo, uma vez que está inserido num complexo de edifícios. Possui também o maior estádio do mundo. Nesta cidade low-cost a cerveja é mais barata que a água, pity I'm not a drinker. A língua é muito difícil - I've tried it; O sistema de transportes públicos parece ser muito barato e funcionar bem. Os taxistas têm uma reputação duvidosa - nem todos claro, e certamente uma minoria, mas a reputação afetará todos (vídeo 2). Foi e cenário de vários filmes, o mais emblemático terá sido provavelmente "Mission Impossible" - afinal quem é que não se lembra da famosa cena na ponte Carlos (vídeo 3)?

Deixo-o com um provérbio chinês.

4.jpg

= Não se fie no que lhe dizem. Vá ver por si.

 

 

 Nashledanou